08/05/2017

O dilema da família do menino Daniel de Santa Rosa, RS

O Dani é portador de uma doença genética degenerativa que acabou com a força muscular de todo o seu corpo, por isso ele precisa de aparelhos para respirar e usa sondas para receber alimentação, estando sob cuidado 24 horas por dia. 

Por longos anos o seu lar era um leito na UTI do hospital, até que em 2013 sua família conseguiu uma liminar para que ele tivesse o tratamento em casa. 

Os custos são elevados ( R$ 55 mil por mês para manter o aluguel dos aparelhos, profissionais, medicamentos e alimentação, sendo que uma lata de leite custa R$ 250,00 e dura dois dias). 

O Estado recorreu e agora o Dani terá que voltar a morar no hospital, onde estará sujeito a todo tipo de infecções, além de anemias e pneumonias (comuns na época do tratamento no hospital).  Além do mais, não poderá interagir com a família e amigos, nem ver o colorido dos dias e brincar com seus animaizinhos.

Será que nossas autoridades tem o direito de decidir sobre a qualidade de vida de uma criança? Será que ela pode ser condenada a viver em um hospital? Ajude-nos a mudar isso.

Este abaixo-assinado será entregue para:
  • Poder Judiciário do Estado do Rio Grande do Sul
  • Luiz Felipe Brasil Santo
  • Secretário Estadual de Saúde do Rio Grande do Sul
  • João Gabbardo dos Reis
  • Secretário de Saúde do Distrito Federal
  • Humberto Lucena Pereira da Fonseca
  • Governo de Brasília
  • Prefeito
  • Município de Santo Cristo

http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/jornal-do-almoco/videos/t/santa-rosa/v/o-dilema-da-familia-do-menino-daniel-de-santa-rosa-rs/5846050/

https://www.change.org/p/daniel-perde-na-justi%C3%A7a-o-direito-de-fazer-seu-tratamento-em-casa-ajude-a-mudar-isso?recruiter=703094054&utm_source=share_petition&utm_medium=whatsapp

 

 

Voltar